Coisas minhas, talvez você nem queira ouvir ♪: Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores. Dalai Lama

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores. Dalai Lama

"Abra seus braços para as mudanças, mas não abra mão de seus valores." Inicio meu post com uma frase interessante de Dalai Lama, estou em um momento de mudanças constantes, mudando jeito de ser, de viver, de pensar... mas não abro mão de meus valores, dos meu conceitos do que eu quero. Quando for mudar, a primeira coisa é ver se está mudando por você ou por outra pessoa. E se for por outra pessoa, se vai te trazer felicidade, se "não", continue com suas atitudes, mesmo magoando alguém, o importante é você ser feliz, não adianta fazer o outro feliz e não estar feliz. A felicidade deve ser em comunhão. Não fique prestando atenção em suas atitudes e com medo de que elas não sejam aceitas, seja você mesmo e se decidi mudar, que a decisão seja apenas sua. Mude de estilo, conheça novos amigos, mude de atitudes, mude de curso, mude de escola... mas faça tudo isso através de uma decisão sua, que você tem certeza que irá te trazer felicidade, mas nunca deixe seus valores morrerem nessa mudança, pois são eles que te formam e faz você ser diferente. Escute conselhos e aceite críticas, mas que elas só tenham o efeito de fazer VC perceber que tem algo errado, que seja um estímulo para mudança mas que não se transforme em sua motivação. Quem decide é você. Enquanto isso, seja feliz, vá curtindo a vida, seguindo sempre a Jesus, compartilhando bons momentos com seus amigos, relembrando e sorrindo do que passou, do que fez e como está mudada, de corpo e alma.
Muitas vezes olhamos fotos de quando éramos mais jovens e não percebemos só mudanças físicas, vem na nossa mente os amigos, nosso jeito, nosso modo de pensar, perfis de quem gostávamos que estão tão mudados, tão diferentes. Mas essa mudança nos fez feliz, pois, foi uma escolha nossa. Sempre nos achamos mais bonita, mais madura... e isso é bom. Mudar é bom, desde que haja a vontade.

Um comentário: